terça-feira, 4 de maio de 2010

O tempo é o melhor remédio.


Sei que muitos aqui não entenderam a minha postagem anterior, pois estava bem no mês passado e de repente volto com aquela postagem tão deprimente.

Relamente é complicado entender, pois eu nunca deveria ficar assim. Mas quem manda no coração?
Eu, com certeza não mando nem um pouco!

Mas queria agradecer pelo carinho de todos e dizer que estou melhor.
Ainda resta uma tristeza, mas sei que com o tempo isso vai passar.

Estou tentando mudar um pouco meu modo de viver, estou me dando mais atenção, me cuidando mais...
Mudei meu estilo de alimentação, entrei na academia (começo hj), comprei roupas novas, mudei a rotina...

Ui! Estou fazendo um "upgrade" na minha vida!

As coisas estão caminhando, mas o processo é um pouco lento e por isso tenho que ter paciência e perseverança.
Muito obrigada meus queridos por tudo mesmo!

Mudando de assunto...
Vou ser titia de novo!!!
Meu irmão vai ser papai de um menininho em agosto. Ter um bebezinho por perto não é uma delícia?
É o primeiro rebento dele e da esposa (minha cunhada/amiga querida!) e todos ficamos muito felizes lá em casa.
Eu decidi dar o bercinho de presente e ajudar na decoração.
Vou até fazer como teste pra ver se quero mesmo fazer a facu de design de interiores (falo mais em outro post).

Bem, tenho muita coisa pra falar aqui e muitas visitas para fazer, mas a minha amiga inseparável - tendinite - não me deixa ficar muito tempo teclando.

Aos poucos vou retornando as minhas atividades aqui no blog.
Senti muiiiiiiiiita falta de vocês!!!!

Beijos, beijos!

12 comentários:

  1. Fico feliz de ver que está com novos projetos e promovendo pequenas mudanças em sua vida. É assim mesmo que começa! Siga adiante!

    ResponderExcluir
  2. Oi menina linda,que bom,já está melhor.Olhe pra frente que vc encontra motivação.Suas amigas daquela foto?Onde estão?Espero que não tenham brigado.Saia,curta a vida,namore,tome cerveja,sorvete e curta muito sua filhinha,o resto gata,vem por gravidade.Lembre-se vc é nova e bonitona,vc pode.Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Profissão Mãe.


    Uma mulher chamada Ana foi renovar sua carteira de motorista.
    Pediram-lhe para informar qual era sua profissão.
    Ela hesitou, sem saber como se classificar.

    "O que eu pergunto é se tem algum trabalho", insistiu o funcionário.
    "Claro que tenho um trabalho" exclamou Ana. "Sou mãe!"

    "Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário friamente.

    Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante.

    "Qual é a sua ocupação?" perguntou.
    Não sei o que me fez dizer isto. As palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas."

    A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar pra o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem.
    Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

    Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial.

    "Posso perguntar" disse-me ela com novo interesse "o que faz exatamente?"

    Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa de longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa).
    Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas).
    Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda?).
    O grau de exigência é a nível de 14 horas por dia (para não dizer 24)"

    Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente abriu-me a porta.

    Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com

    Do andar de cima, pude ouvir meu novo experimento - um bebê de seis meses - testando uma nova tonalidade de voz.
    Senti-me triunfante!

    Maternidade... que carreira gloriosa!

    Assim, as avós deviam ser chamadas Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas, as bisavós Doutora-Executiva-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas e as tias Doutora-Assistente.

    Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres, mães, esposas, amigas, companheiras, Doutoras na Arte de Fazer a Vida Melhor!

    (Marcelo Dias).

    beijooo.

    ResponderExcluir
  4. Amiga, não desanime!

    Momentos difíceis todos nós passamos, devemos respeitar este tempo e depois "sacudir a poeira" e "bola p/ frente"!

    Que bom que está se sentindo melhor, mas sinto que ainda não tão bem quanto vc gostaria e merecia. Mas... vai passar!

    Parabéns titia, um bebê novo no convívio é uma delícia mesmo!

    Beijos,
    Gi.

    ResponderExcluir
  5. Revitaliza ter um neném em casa!
    Bjinhos da Madrasta!

    ResponderExcluir
  6. Puxa... perdi até o fôlego com tantas novidades... Sorry muito tempo não venho te ver, mais valeu a pena adoro saber q. está caminhando em direção ao SOL. É isto ai meRmo... Vamo que vamo e força na peruca... Bjitos mil

    ResponderExcluir
  7. Karioquinha, vc que sempre esteve presente em minhas releituras, conto agora com sua presença em 1 ano de blogagem. Saudades. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Hoje uma oração para os meus amigos:

    Senhor, Olhai pelo meu amigo!
    Que as pedras sejam removidas do seu caminho,
    Que tenha forças para carregar seus fardos,

    Que encontre coragem para resistir ao mal,
    Que possa ver o amor em todos os seres,
    Que seja abraçado pela lealdade,
    Que encontre conforto e saúde se estiver doente,
    Que seja próspero e saiba partilhar,
    Que tenha paz cobrindo seu espírito,
    Que sua mente obtenha os conhecimentos,
    Que use sabedoria para aplicá-los,
    Que saiba distinguir o Bem do mal,
    Que tenha Fé para manter-se forte na dor.

    SENHOR, Olhai pelo meu amigo!
    Protegei cada passo que ele der,
    Que a cada novo dia ele aceite o novo,
    Que saiba alegremente comunicar novidade,
    Que Vos sinta em todos os momentos
    E que tenha o Vosso colo por toda a Eternidade!
    Amém.

    (desconheço autoria).

    beijooo.

    ResponderExcluir
  9. Olá homonima virginiana, passando p'ra deixar um bjoooo

    ResponderExcluir
  10. Oi amiga, já está fazendo falta, aparece, posta alguma coisa, nem que seja uma linha, um alô.
    Sei deste negócio de tendinite, eu tenho isto às vezes, epicondilite, aí passa e depois retorna.
    Em 2006 fiquei ruim mesmo, fiquei longe do computador, meu vício, por um tempão, então estimas melhoras e volta quando puder, saudades.
    Beijos, Mauro (Koisas e Coisas)

    ResponderExcluir
  11. Oi Menina, tá sumida hein... Apareça nem que seja pra dizer um oi, a gente entende!

    Beijos e espero que esteja melhor!

    ResponderExcluir